Meu cão se coça demais. Será alergia?

A alergia é uma reação do sistema imunológico do cachorro contra alguma substância.

Porque-meu-cachorro-coça-tanto

A alergia ou dermatite alérgica é uma doença de pele muito comum tanto em cães que moram em casas quanto em cães que moram em apartamento. A alergia é uma reação do sistema imunológico do cachorro contra alguma substância. Qualquer coisa que cause alergia no animal é chamada de alérgeno. Alérgeno é aquilo que desencadeia a alergia, seja qual for a substância.

Quando o corpo do cão reconhece a substância como algo estranho, ele reage provocando uma reação alérgica. Isso varia de cão pra cão, assim como as alergias variam de pessoa pra pessoa. Quanto mais o cachorro tiver contato com o alérgeno, maior a intensidade da alergia, muitas vezes podendo levar o animal à morte. Na maioria das vezes as alergias são manifestadas por dermatites: coceira, vermelhidão na pele, bolinhas vermelhas que parecem espinhas e falhas no pelo.

Causas mais comuns de alergias em cães

> Ingestão de leite, rações (grãos que contém na ração)
> Picadas de pulga
> Atopia canina: alergia de causa não determinada
> Plantas/grama
> Pílulas hormonais (quando usadas para evitar o cio em cadelas)
> Detergentes, sãbão em pó e produtos de limpeza
> Lã, poliéster e outros tecidos
> Vermes, carrapatos
> Medicamentos

Quais os sintomas?

> Coceira intensa
> Perda de pelos intensa
> Lambedura excessiva no local da alergia
> Secreção nos olhos
> Pele com machucados, crostas e inflamações
> Ouvido inflamado com frequência

Alguns desses sintomas podem acontecer por ansiedade de separação, caso você deixe seu cão sozinho em casa por muito tempo sem ter o que fazer. Veja aqui como deixar seu cachorro sozinho em casa.

Tratamento

Exame para detectar as causas da alergia

Existem exames específicos para determinar a que substância o cão tem alergia. É importante saber se o problema dele é realmente alergia ou é alguma outra coisa, como sarna, dermatite por lambedura etc. Para isso, temos veterinários e equipamentos de última geração que podem diagnosticar a causa e estabilizar ou curar o quadro.

Um conselho veterinário: elimine do ambiente as possíveis causas da alergia, até descobrir o que causou a reação alérgica. Por exemplo, se você lava a caminha do seu cão com sabão em pó e ele está com alergia, pode ser alergia ao sabão em pó que você usa pra lavar a caminha e até suas próprias roupas.

Conte sempre conosco, 24 horas por dia.

Câncer de mama em fêmeas. 9 perguntas respondidas por uma especialista no assunto!

#OutubroRosaPet

Você tem ou conhece um animal doméstico, gata ou cadela, que tenha câncer de mama? O tumor pode ser responsável por até 50% dos motivos de câncer em fêmeas, principalmente as não castradas.

Outubro é mundialmente conhecido como o mês de ações preventivas e de combate ao câncer de mama pelo movimento Outubro Rosa.

Aqui no vet24H nós aderimos à campanha em prol dos animais, pois acreditamos no dever de conscientizar os donos sobre a importância dos exames periódicos e no diagnóstico precoce da doença. As fêmeas, assim como nós mulheres, também podem passar por essa fase.

Nossa veterinária oncologista, Mariana Martins, concedeu uma entrevista à nossa colaboradora Camila Rosa. Mariana respondeu algumas das principais dúvidas relacionadas ao câncer de mama, formas de prevenção e como agir em caso de estágio avançado do tumor.

A doutora Mariana é oncologista e atende no vet24H sob horário agendado. Se você quer saber mais e realizar exames preventivos, agende uma consulta para seu pet. Conte com a gente!

Cuidados essenciais com filhotes

Filhotes, sejam eles de cães ou gatos, são muitos fofos, não? Como todo bebê, eles precisam de cuidados especiais na primeira fase da vida para que cresçam saudáveis e se desenvolvam.

Ao adotar ou comprar um companheiro é importante, antes de mais nada, verificar sua disponibilidade para cuidar de alguém que será dependente de você, que precisará de comida, atenção e carinho. Animais de grande porte não conseguem viver com qualidade em ambientes pequenos, como apartamentos, pois precisam de espaço para correr e brincar. Já imaginou como viveria um dálmata em 25 metros quadrados?

Até os 30 dias de vida, cães e gatos, devem ser alimentados exclusivamente com leite materno. Após este período inicia-se a introdução a ração específica para filhotes. No mercado pet há também papinhas prontas como opcional para filhotes. Nas primeiras semanas os pets precisaram de vermífugo para se protegerem de vermes e parasitas.

resize-img

Aos 45 dias de vida deve ser dada a primeira dose das vacinas preventivas, a vacina Polivalente ( V8 ou V10). Após 30 dias, a segunda dose da V8 ou V10 e primeira dose da vacina contra Bordetella (Gripe dos Cães). 30 dias após a segunda dose a vacina Antirrábica (dose única). Alguns animais, dependendo da avaliação do Médico Veterinário, talvez precise fazer uma quarta dose da V8 ou V10. É importante que seu filhote seja acompanhado por veterinário durante este período que pode durar em torno de cinco meses.

A castração pode ser realizada a partir dos 05 meses de idade para machos e fêmeas. O procedimento, que é simples, evita tumores futuros e reduz a agressividade e territorialismo dos machos.

Decidiu por ter um peludinho? Traga-o na VET24H para acompanhamento médico com um de nossos veterinários especialistas.

Você sabe quais os benefícios da castração animal para seu peludinho?

Animais castrados possuem a mesma energia dos não castrados. Não caia no mito.

Quando estão no cio, cadelas e gatas fêmeas se sentem desconfortáveis ao passear. Neste período, também conhecido como estro, elas produzem um odor que faz com que os machos saibam que estão no período de acasalamento. O cheiro pode ser incômodo até para seres humanos. Além do mais, machos e fêmeas costumam ter mudança de comportamento. Se você tem um casal de cãezinhos não castrados em casa, sabe do que estou falando. Os machos ficam irritados e as fêmeas desconfortáveis e estressadas com a situação que às coloca em risco.

Talvez você tenha pensado na possibilidade de aplicar injeção anti concepcional em sua peludinha, no intuito de prevenir uma gravidez indesejada, mas saiba que esse injetável é altamente perigoso e coloca em risco a vida de sua companheira. O método aumenta a predisposição do animal a piometra, uma doença de distúrbio uterino causado pela aplicação de progesterona e pode levar à morte. Outras doenças também podem ser provenientes da aplicação, tais como: metrite, tumor de ovário e útero, TVT (tumor venéreo transmissível) e pseudociese (gravidez psicológica).

A castração é o método mais seguro para a longevidade dos animais e evita o abandono de filhotes. A cirurgia deve ser feita por um veterinário especializado e o procedimento é simples, mas precisa de cuidados no pós operatório. No caso dos machos, retira-se os testículos preservando a bolsa escrotal e, nas fêmeas, útero e ovários são removidos. Ambos com o animal sob anestesia geral.

No pós operatório, deve ser feita a limpeza diária do local da cirurgia, uso de analgésicos se necessário e antibiótico até retirada dos pontos. O peludinho deve usar colar elizabetano (também conhecido como abajur) ou roupinha cirúrgica para evitar que o animal lamba o local da cirurgia e retire os pontos antes da hora.

No caso dos machos, a castração, além de evitar tumores, também melhora o comportamento. Segundo estudos, diminui em 94% a possibilidade de fuga e em 63% agressão a outros machos.

Seu animalzinho continuará sendo o mesmo após a castração. Há o mito de que eles se tornam menos animados, mas isso não é verdade. Quem ama, castra e protege. Não coloca em risco.